Digite o termo que você deseja pesquisar:

seguro (insurance)

O conceito de seguro pode ser analisado de diversos pontos de vista. Alguns autores destacam o princípio de solidariedade humana, por considerar como tal a instituição que garante uma reposição para o afetado por um risco, mediante a repartição do dano entre um elevado número de pessoas ameaçadas pelo mesmo perigo. Outros o definem como uma contraprestação, já que o seguro é uma operação através da qual, uma parte (o segurado) se torna credor, mediante o pagamento de uma remuneração (o prêmio), de um benefício que deverá cumprir a outra parte (o segurador) em caso de produzir-se um sinistro. Também é considerado nos seus aspectos social (associação de massas para o apoio dos interesses individuais), matemático (transformação de um valor eventual em um valor certo), de custo (o meio mais econômico para satisfazer uma necessidade eventual), etc. De um ponto de vista geral, pode-se também entender como uma «atividade econômico-financeira que presta serviço de transformação dos riscos de diversas naturezas a que estão submetidos os patrimônios em uma despesa periódica, facilmente suportável por cada unidade patrimonial». Nessa definição destacam-se os aspectos previsibilidade da despesa, reparação de perdas e redução dos custos de reparação.

seguro (insurance)
O conceito de seguro pode ser analisado de diversos pontos de vista. Alguns autores destacam o princípio de solidariedade humana, por considerar como tal a instituição que garante uma reposição para o afetado por um risco, mediante a repartição do dano entre um elevado número de pessoas ameaçadas pelo mesmo perigo. Outros o definem como uma contraprestação, já que o seguro é uma operação através da qual, uma parte (o segurado) se torna credor, mediante o pagamento de uma remuneração (o prêmio), de um benefício que deverá cumprir a outra parte (o segurador) em caso de produzir-se um sinistro. Também é considerado nos seus aspectos social (associação de massas para o apoio dos interesses individuais), matemático (transformação de um valor eventual em um valor certo), de custo (o meio mais econômico para satisfazer uma necessidade eventual), etc. De um ponto de vista geral, pode-se também entender como uma «atividade econômico-financeira que presta serviço de transformação dos riscos de diversas naturezas a que estão submetidos os patrimônios em uma despesa periódica, facilmente suportável por cada unidade patrimonial». Nessa definição destacam-se os aspectos previsibilidade da despesa, reparação de perdas e redução dos custos de reparação.
Voltar