Em casa também há riscos

Idosos e crianças são os mais expostos a lesões em casa

Idosos e crianças são os mais expostos a lesões em casa Idosos e crianças são os mais expostos a lesões em casa

Como regra geral nos sentimos seguros em casa. Ainda mais nos dias de hoje, quando o simples fato de sair traz riscos de contágio do coronavírus. Mas em nossa casa também podemos experimentar situações perigosas.

Crianças e idosos são os mais expostos aos riscos ocultos em nossa casa. Os pequenos pensam apenas em brincar e os pais, ocupados com o trabalho ou nas tarefas domésticas, não os vigiam 24 horas por dia. Lesões por encostar em uma tomada ou cair das escadas estão na ordem do dia. Ao passo que as pessoas mais velhas são mais propensas a quedas.

Para proteger nossa família de acidentes domésticos, precisamos tomar precauções. Siga estas dicas simples:

  • Ilumine bem a casa: com uma boa iluminação em todos os cômodos da casa evitam-se quedas e tropeções. Mantenha a luz acesa à noite em corredores e salas e facilite o acesso aos interruptores, ajustando-os a uma altura adequada.
  • Cuidado com portas e janelas: as portas devem sempre poder abrir do lado de fora e medir no mínimo 80 cm. Você deve cuidar para que as travas e trincos funcionem bem. E atente-se para que as crianças da casa não abram as janelas ou saiam na varanda sem supervisão. Colocar uma rede de segurança é uma boa medida para evitar sustos.
  • Facilite a mobilidade: para que os idosos possam se mover confortavelmente, não coloque os móveis em locais onde eles possam atrapalhar a passagem. Uma boa ideia é colocá-los de uma maneira que eles possam servir de suporte para as mãos. Tenha cuidado com os tapetes, tente que eles sejam antiderrapantes. É importante que as estantes ou armários, e até a TV, não possam cair e machucar as crianças.
  • Atenção especial ao banheiro: verifique se o piso é antiderrapante e troque a banheira por uma ducha ou chuveiro. Você evitará escorregões e quedas. Para os idosos, é muito útil usar barras de suporte.
  • Na hora de dormir: para as pessoas idosas, a altura da cama é importante. Adapte-a às suas necessidades. Organize os móveis para que alguém com andador, cadeira de rodas ou muletas possa passar.
  • Na cozinha: uma cozinha em forma de L oferece mais pontos de apoio. Os utensílios devem estar ao alcance de adultos com menos mobilidade. Tenha muito cuidado com fumaça e com o gás.

Para que toda a família conheça as medidas que podem prevenir acidentes e incêndios, desenvolvemos, em colaboração com a Fundação de Apoio ao Corpo de Bombeiros (FUNDABOM) e o Corpo de Bombeiros de São Paulo, um jogo de memória para saber como agir caso de um acidente ou incidente em casa.

Siga estas dicas e lembre-se de manter seu kit de primeiros socorros sempre pronto.

Ajudamos você a cuidar de sua família.